Estilos de Liderança sob o prisma da Análise Transacional

Inspirado pela fantástica obra de Eric Berne, “O que você diz depois de dizer olá? ”, resolvi compartilhar com vocês uma analogia que fiz entre os perfis de liderança que me deparei ao longo de minha carreira, com uma “pitada” de contribuições da Análise Transacional. Tomei a liberdade de adaptar um pouco um dos conceitos apresentados no capítulo 5 do livro, onde são explorados os pontos de vista de uma pessoa em relação a si mesma (Eu), aos que são mais próximos (Você) e a todos os demais (Eles).

Em minha análise vou trabalhar com uma dinâmica composta por 3 atores já definidos, onde o Eu será o Líder, o Você será a equipe liderada por esse Líder, e o Eles serão as demais equipes e Líderes presentes no cenário corporativo. Construí um quadro, representando a visão que o Líder tem de todos esses personagens, onde um sinal (+) significa que ele tem uma visão positiva e um sinal (-) representa uma visão negativa. Começando das colunas da esquerda para a direita, vamos analisar a visão do líder através da resposta para as perguntas:

  • Como você Líder se vê como Líder?
  • Como você Líder vê a equipe que você lidera?
  • Como você Líder de uma equipe, vê as demais equipes e lideranças da sua empresa?

Veja no quadro a seguir que na última coluna foi nomeado um script ou perfil de liderança de acordo com o tipo de visão do Líder, baseado nas respostas das perguntas mencionadas:

LIDER EQUIPE OUTROS SCRIPT
A

 +

 +

 +

LÍDER HERÓI
B

 +

 –

 +

LÍDER DESCONTENTE
C

 +

 +

 –

LÍDER PRECONCEITUOSO
D

 +

 –

 –

LÍDER ARROGANTE
E

 –

 –

 –

LÍDER PESSIMISTA
F

 –

 +

 +

LÍDER MASOQUISTA
G

 –

 +

 –

LÍDER LIDERADO
H

 –

 –

 +

LÍDER INVEJOSO

Vamos às características de cada perfil de Líder presente nesse quadro:

1. Líder Herói

Perfil: Esse é o Líder que tem uma visão muito saudável de mundo, tem a autoestima necessária para liderar uma equipe, também reconhece em sua equipe o potencial para enfrentar os desafios e por ter uma visão positiva dos demais líderes e áreas da empresa, consegue estabelecer parcerias com maior facilidade. Ganha a admiração de todos, pois sabe reconhecer pontos fortes e ajudar a desenvolver colaboradores que estejam necessitando de ajuda.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Precisa sempre criar “vacinas” que o protejam dos pessimistas, invejosos e egoístas, uma vez que esses sempre vão minar seu caminho com barreiras, mas o Líder Herói vence com sua visão estratégica, o que torna sua negociação infalível.  

2. Líder Descontente

Perfil: É o tipo de Líder que acredita que o problema está em sua equipe, julga que não teve sorte na empresa, colocaram para trabalhar com ele um grupo sem preparação ou sem motivação, acredita que as demais equipes são melhores que a sua. Costumam ser críticos e desmotivadores com seus subordinados, não costumam delegar e, são péssimos para desenvolver profissionais, uma vez que julgam todos de seu grupo como inferiores.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Precisa aprender a ver a metade cheia do copo, um bom começo é o desafio de encontrar uma competência positiva em cada um dos integrantes de sua equipe e desenvolver um plano de ação junto com cada um de seus colaboradores, para aperfeiçoar ainda mais esta competência positiva. Fazendo isso o Líder Descontente, passa a identificar e trabalhar com as pessoas no aperfeiçoamento das grandes forças presentes em sua equipe, esse líder precisa aprender a ver as virtudes antes dos defeitos, precisa também aprender a assumir a sua responsabilidade diante dos problemas enfrentados por seus liderados.

3. Líder Preconceituoso

Perfil: Chegamos ao líder que não veste a camisa da empresa em que trabalha e ainda incentiva os membros de sua equipe, a fazerem o mesmo. São os responsáveis pelas guerras entre os departamentos, seu time nunca erra e quando erra, foi por culpa dos outros.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Precisa fazer parcerias, seria ótimo para um Líder Preconceituoso, uma proposta de Job Rotation com outras áreas da empresa, precisa exercitar a empatia com quem não pertence ao “seu clã”.

4. Líder Arrogante

Perfil: Acredita ser um ser perfeito em um mundo imperfeito, só ele se salva no meio de tanta incompetência. O Líder Arrogante é extremamente centralizador e desconfiado, não acredita em nada que não seja criado por ele.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Precisa aceitar maneiras diferentes das suas de se fazer as coisas, delegar tarefas importantes será um grande passo, mas antes precisa aprender a escutar sem julgar as pessoas, precisa lutar contra o preconceito existente em seu interior e, aprender a dar uma segunda chance para aqueles que erraram. Muito mais que a tolerância, esse líder precisa aceitar aos demais.

5. Líder Pessimista

Perfil: Esse é um tipo de líder que não vê a luz no fim do túnel, nada nem ninguém que será capaz de melhorar a situação, que é catastrófica em seu ponto de vista. Tudo está ruim e vai continuar ruim, costuma culpar o sistema por tudo e acredita que a sobrevivência é sempre ameaçada.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Buscar o autoconhecimento, com auxílio de um profissional na área de desenvolvimento humano, pode começar a mudar a percepção de mundo que este tipo de líder possui. Existem empresas que auxiliam aos que querem trilhar o caminho de autoconhecimento, oferecendo processos de coaching, mentoring, counseling, terapia; porém nada impede de um líder buscar essa ajuda com seus próprios recursos.

6. Líder Masoquista

Perfil: Conhecido como o humilde, mas por trás dessa humildade aparente, existe uma baixa autoestima, o que o leva ao caminho da autoflagelação. Sempre que algo dá errado, ele acaba por se culpar, pois acredita que se ele tivesse feito algo diferente, teria evitado a falha.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Precisa conversar mais com seus parceiros e subordinados, buscando feedbacks reais e parar com as conclusões precipitadas a respeito de si mesmo. Quando algo acontecer de errado, pode fazer um exercício com sua imaginação, imaginando o que o melhor líder que ele conhece, teria feito se estivesse em seu lugar tomando as decisões que levaram a tal problema. Melhor que isso seria fazer isso presencialmente, com alguém real, mas de forma indireta, sem expor o real problema. Ele precisa aprender que não é o responsável por tudo aquilo que venha a dar errado e que não vai melhorar as coisas, assumindo erros que não são dele.

7. Líder Liderado

Perfil: Não tem comando real sobre sua equipe, quer passar a imagem de líder democrático, acredita que as melhores decisões são aquelas que atendem as expectativas do time, pois este é muito competente em sua visão, baseia toda sua liderança em um modelo de autogestão. Esse é aquele líder que se intitula como mais um no time, que apenas tem um papel de representação do grupo, frente aos escalões mais altos da empresa. Frequentemente é liderado por um dos integrantes do time, que na maior parte das vezes é mais velho que ele, ou tem mais tempo de empresa.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Ser democrático é bom, mas tudo tem seu momento. Esse líder necessita compreender que ele precisa fazer uma via de dupla representação, pois em alguns momentos ele vai ter que tomar medidas “impopulares”, precisa aprender a lidar de forma melhor com aquilo que a empresa espera que ele faça com sua equipe. Liderar exige mais do que somente carisma.  

8. Líder Invejoso

Perfil: Gostaria de viver a vida dos outros Líderes. Não acredita ter as competências que os seus parceiros mostram ter e, isso faz com que sua equipe, em sua visão, se torne fraca em relação as demais.

Evolução e caminho de desenvolvimento: Se os outros são melhores, que tal começar a aprender com os outros? A inveja pode ser transformada em admiração a esse líder, e você pode tirar grande proveito disso. Chega de invejar os resultados das outras equipes e dos outros líderes, é hora de ver o como eles chegam a esses resultados.

Tudo parece muito bonito na teoria, mas na prática as coisas não são tão fáceis assim. Por trás de qualquer uma dessas visões de líderes que eu trouxe neste texto, existe toda uma história pessoal, que começa na infância e vai sendo escrita todos os dias. O Líder é o resultado de suas crenças e valores, sendo que essas crenças e valores podem até mesmo levá-lo a uma reflexão:

Será que liderar é o caminho que escolhi, ou escolheram esse caminho para mim?

Caso você não seja um Líder, mesmo assim responda essa pergunta, pois as oportunidades aparecem e acredito que você prefira escolher o seu caminho, ao invés de deixar os outros o escolherem por você, decidindo que líder você pode vir a ser.

Até a próxima pessoal

andré

André L. G. Ferreira, Coach certificado pela International Coaching Community, Administrador e especialista em Qualidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s