O estado de presença nas nossas relações

Você já parou para pensar quanto do seu tempo, no dia de hoje, você esteve realmente presente? Reflita sobre algum diálogo que teve no dia hoje com alguém, de 0 a 10, quanto você se manteve atento no aqui e agora enquanto essa pessoa falava, sem devanear e pensar em algo do passado ou do futuro?

A maior parte de nosso tempo acabamos nos comportando e relacionando com pouco estado de presença, mas o que isso quer dizer? O estado de presença representa o quanto estamos realmente presentes diante das situações que vivenciamos e, principalmente, nos relacionamentos pessoais e profissionais.

A qualidade do estado de presença pode nos mostrar nuances que, quando não estamos presentes, não percebemos na fala de alguém, ou mesmo, nem chegamos a escutar, pois estamos pensando em algo que a fala do outro despertou, como um acontecimento do passado ou algo que você deve fazer no futuro.

Em um processo do coaching, por exemplo, a qualidade do estado de presença é 100% importante, pois como coach, se estou presente escuto ativamente o que meu coachee diz, através da fala verbal e não verbal, sem julgamentos, análises ou inferências, e desta forma posso contribuir para a própria reflexão do coachee como um espelho, pois ele é sempre o protagonista em cena.

Porém, trago esse tema à reflexão para pensarmos o quanto perdemos no dia a dia diante da falta do estado de presença. Quantas vezes você já ouviu essa frase: “Poxa, o tempo passou tão rápido, e a criança já cresceu!”. Muitas vezes, a criança em questão é um filho, um sobrinho, alguém que você vê quase que diariamente, e que a rotina faz com que cada momento seu com essa criança seja um hábito, não prestando mais atenção ao que acontece todo dia no café da manhã, por exemplo, não praticando a presença e a escuta a cada pergunta nova que a criança te faz, que demonstra que ela está crescendo, pois você acaba respondendo automaticamente a essas perguntas.

Da mesma forma, acontece no ambiente profissional, no qual você tem na sua equipe aquele colaborador camisa 10, que sempre te entrega ótimos resultados, e você gera essa expectativa em relação a cada novo projeto entregue, não percebendo talvez através de algumas falas o quanto pode estar sendo custoso para ele estas entregas, algo pode ter mudado, mas sem qualidade do estado de presença, isso passa imperceptível para um gestor.

Assim sendo, seguem algumas ações que você pode colocar em prática diariamente a fim de melhorar seu estado de presença:

  • Quando alguém vier conversar com você, seja no ambiente profissional ou pessoal, pare tudo o que está fazendo e escute atentamente a pessoa. Se o telefone tocar ou alguém chamar, faça uma coisa de cada vez, porém tente pelo menos permanecer 5 minutos atento somente àquela pessoa e aquilo que ela está te falando, sem interrupções.
  • Não julgue, não faça interpretações. Tente em pelo menos uma conversa do seu dia somente ouvir e não realizar qualquer inferência. Sei que muitas vezes as pessoas podem te procurar para pedir algum aconselhamento, porém, não responda, faça algumas perguntas que possam levar a pessoa a refletir sobre a resposta que está em busca. Agradeça à pessoa por essa oportunidade de ouvir o que ela te disse.
  • Busque alguma atividade individual do seu dia e a realize com estado de presença. Por exemplo, você vai dirigindo ao trabalho? Dirija com estado de presença, observe o que encontra ao seu redor, descubra algo novo no caminho diário que você realiza, e, quando vier aquele pensamento da lista de tarefas que você está prestes a realizar quanto chegar ao trabalho ou a louça que você esqueceu-se de lavar antes de sair de casa, volte para o agora. A única coisa que importa no momento é o seu caminho para o trabalho.
  • Diário de bordo: faça uma lista no final do dia sobre seu estado de presença. Qual foi a qualidade do meu estado de presença no dia de hoje, de 0 a 10? O que fiz que contribuísse para meu estado de presença e posso repetir nos outros dias? O que posso começar a fazer diferente a partir de agora?

A qualidade de nosso estado de presença influencia diretamente nossas relações e quanto mais puder praticar essa percepção para com o mundo e com o outro, a qualidade dela aumenta. Assim como os demais também percebem quando ocorre essa mudança, percebem que você está mais presente integralmente em suas relações, possibilitando uma maior troca e uma relação com mais confiança e transparência.

Estar presente, viver o agora, nos poupa energia mental e emocional que gastamos diariamente pensando no passado ou no futuro, momento sobre os quais não temos qualquer possibilidade de ação no presente.

Reflita no motivo pelo qual o agora se chama momento presente, e como esta mudança de percepção pode trazer benefícios para seu desenvolvimento pessoal e profissional!

Até breve!

Sabrina

Sabrina Green, Psicóloga, Coach certificada pela International Coaching Community e especialista em Recursos Humanos.

Anúncios

2 comentários sobre “O estado de presença nas nossas relações

  1. Ótimo Artigo, nos leva realmente a refletir sobre a necessidade de nos atermos a momentos idiossincráticos, que não mais poderemos retornar. Como bem colocado no texto, o aqui e agora é a possibilidade de vivenciar o real, de capturar um momento único que não mais voltará, por isso se chama Presente!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s