Jornada Espiritual: o grande retorno ao lar

Muitos procuram pela Espiritualidade, paz de Espírito, serem pessoas com a Espiritualidade desenvolvida.

Espirituoso, espiritual, práticas espirituais, jornada espiritual, um assunto em alta nos dias de hoje, é bonito ser e desenvolver a Espiritualidade hoje em dia, certo?

Afinal de contas, o que quer dizer isso na prática?

A origem da palavra Espiritualidade vem do latim spiritus, significando “respiração” ou “sopro”, mas também pode estar se referindo a “coragem”, “vigor” (Fonte Wikipedia). Por isso a Espiritualidade é considerada como uma forma de transcendência, que vai além do corpo e da alma, um despertar e evoluir da consciência.

Por muito tempo as pessoas atrelaram a Espiritualidade à Religião, uma vez que a palavra Religião vem do latim religare, ou seja, religá-lo à algo maior, uma forma de transcender.

 clique aqui e inscreva-se em nossa newsletter

Depois de também ter a oportunidade de começar minha busca pela Espiritualidade, vejo hoje que existe um caminho, um caminho que cada um traça de sua forma, um retorno à essência e à simplicidade.

Hoje, já não me importo mais em definir o que é a Espiritualidade, mas compreendo que ela pode estar presente em cada ação e momento do meu dia, e não preciso ter um momento ou ritual específico para me conectar à minha essência ou algo maior.

Segundo meus estudos  e a minha experiência pessoal, elenquei abaixo alguns requisitos, se assim posso dizer, que são importantes para que você realmente viva a Espiritualidade no seu dia a dia:

  1. Estar presente.

O estado de presença é essencial para que você viva uma vida Espiritual. Estar presente em cada ação, em cada momento, em cada relação te permite ver e viver coisas que quando vocês está com a cabeça em outro lugar, provavelmente nem percebe. Isso cria conexão interna e externa. Por isso muitas pessoas buscam hoje pela meditação Mindfulness, é um ótimo exercício para aprender a estar presente.

  1. Viver a sua essência.

A nossa formação como ser humano, faz uma lindo movimento cíclico. Quando crianças somos pura essência. Porém, vamos aprendendo primeiro com nossos pais, e depois nas demais relações e com a sociedade, que devemos desempenhar alguns papeis, entendemos então que devemos atender à algumas expectativas externas, e acabamos deixando aquela criança lá dentro, escondida. O retorno à essência é um retorno ao lar. Ser quem você é, é simplesmente libertador, e descobrir isso através do  autoconhecimento é essencial. Permitir mostrar sua essência em cada ação e para cada um em seu caminho cria uma relação genuína de confiança e amor.

 clique aqui e inscreva-se em nossa newsletter

  1. Colocar sua missão em cada ato.

Qual meu motivo para estar aqui neste mundo? O que vim fazer e agregar aqui? Pode parecer muito romântico fazer estas perguntas em uma sociedade na qual o capital financeiro é tão presente e direciona tantas relações, sejam elas profissionais ou pessoais. A partir do momento que você compreende que o dinheiro é fluxo, ele passa a ser somente mais num sinal de prosperidade em seu caminho. Mas esse fluxo acontece de diversas formas, e quando você coloca o que veio fazer nesse mundo em cada ação, é incrível como sua vida se torna um eterno fluxo de ação e prosperidade, sem que você precise ‘forçar’ nada a acontecer.  Missão é ação em fluxo.

  1. Amar cada ser em seu caminho.

Lembra que falei a pouco de viver sua essência? Então, o que é  um dos maiores e mais simples segredos da vida é que em suma, a essência de todos é a mesma: amor. E, cada um demonstra essa essência de uma forma, por isso temos tantas pessoas ‘diferentes’ neste mundão certo? Aí você vai me dizer: “é, digamos que algumas ‘essências’ me parecem bem diferentes do amor”, certo? Se lembrarmos que estamos todos em uma jornada de retorno à nossa essência,  e que para isso temos muito aprendizado ainda, cada um está dando o melhor que pode dentro do seu nível de consciência naquele momento certo? Lembre-se de sua própria jornada, você não pensa e age hoje diferente do que alguns anos atrás? Muito chamam isso de maturidade. E amadurecer é amar cada um que passa em seu caminho, pois cada aprendizado colabora em sua jornada de evolução, mas isso já se trata do próximo tópico.

  1. Aprender com toda e qualquer oportunidade em seu caminho.

A vida é uma grande arena de oportunidades não é mesmo? Você deve estar pensando: “tá fácil falar assim se você tem o que comer, onde morar, tem um ótimo relacionamento conjugal e familiar, e o emprego dos seus sonhos”. Agora, me diz uma coisa, por quantos empregos você acredita que uma pessoa tem que passar até descobrir qual era a carreira dos seus sonhos? É muito difícil nascer sabendo o que é bom para você em todos os aspectos de sua vida, seja profissional, pessoal ou relacional.  Por isso, todas as adversidades, te deram e darão uma oportunidade de aprendizado sobre você, sobre os outros e sobre o mundo no qual você vive. O quanto você tem enxergado essas oportunidades em cada uma delas? Que ralação você quer criar com o mundo?

Tenho um grande amigo que sempre diz que tudo é muito simples, o ser humano acaba complicando um pouco às coisas, pois às vezes acabamos nos desconectando de algo para descobrir o quanto esse algo realmente é importante e significativo, mas isso também faz parte de nossa Jornada Espiritual: uma grande retorno ao lar!

 clique aqui e inscreva-se em nossa newsletter

 

IMG_3413Sabrina Green é Psicóloga, Coach pela ICC e especialista em Recursos Humanos
http://www.greendh.com.br
Contato: sabrina.green@greendh.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s