Psicologia, Coaching e Terapias Alternativas: A guerra atual das ciências e humanidades

Venho compartilhar visões e não verdades absolutas com este artigo, pois acredito que perspectivas diferentes podem sim contribuir para o desenvolvimento ou evolução do novo!

Considero a Psicologia uma ciência relativamente nova, aqui no Brasil sua regulamentação como profissão tem menos de 60 anos, e, as regras, principalmente éticas, na tratativa desta profissão, são importantes em vários aspectos, principalmente porque se trata de um trabalho relacionado ao ser humano. Por outro lado, ainda vejo uma certa resistência na evolução da ciência, talvez pela proteção ao novo, e, em uma sociedade atual onde as oportunidades e escolhas são mais acessíveis pelas pessoas, sinto falta de um diálogo aberto sobre a profissão, sobre sua evolução, sobre os estigmas criados que as tratativas do desenvolvimento humano são exclusivas do profissional da psicologia, o que por muitas vezes percebo que afasta o público do profissional, que acaba por procurar outros recursos para seu processo de desenvolvimento.

Na corrente contrária, vem o Coaching como um processo muito mais novo, sem homologação, regras e com muita liberdade, o que também proporcionou suas vantagens e popularidade por muito tempo, mas que hoje tem proporcionado falta de credibilidade por parte da sociedade, ouço muitas vezes : “não deu certo na vida e virou coach.”. Um processo que teve sua origem muito mais em um formato empresarial e com foco em metas futuras, e que perdeu sua credibilidade pela banalização de que todos os problemas humanos podem ser resolvidos pelo profissional “coach”.

E, por fim, começam a surgir de forma singela e numa visão de “Nova Era” as Terapias Alternativas: thetahealing, barras de access, florais etc, provenientes de uma sabedoria antiga, geralmente oriental, e hoje muito mais popular e acessível financeiramente. Porém, principalmente por serem baseadas em sabedorias ainda pouco divulgadas, as crenças em relação aos acessos de estados de consciência para a iluminação e os milagres inexplicados que proporcionam mudanças de vida podem estar mais acessíveis, mas outra vez não podem ser utilizados como uma fórmula mágica de solução de “fora” para “dentro”.

Com isso, quero compartilhar algumas visões como profissional que trabalha com desenvolvimento humano há mais de 17 anos:

  1. Ninguém ‘cura’ o outro. Nenhuma técnica ou método. Cada pessoa precisa querer e fazer algo para sua reconexão e cura;
  2. O processo de desenvolvimento humano é cheio de ‘milagres’, que acontecem todos os dias em todas as relações, quando seu processo de auto-observação te permite ser a cada momento mais consciente de algo que você não era no momento anterior. Esse é o primeiro passo para a mudança;
  3. Quem sou eu hoje? O que posso fazer diferente do que fiz ontem? Essa é a mudança. E para isso é preciso estar presente, em todos os momentos.
  4. Cada um tem seu caminho de evolução, e, faz parte de seu caminho, errar e mudar de rota, trocar de terapia, experimentar novas possibilidades, desde que seja algo alinhado aos seus valores e integrado ao seu ser. Sinta o que seu coração te diz naquele momento de escolha. Não procure os milagres, busque como você pode ser o seu próprio curador.
  5. Peça ajuda. Não há problema nenhum nisso. Algumas viagens precisam ser feitas sozinhas, outras em companhia de alguém. Todas têm seu espaço e momento em seu processo evolutivo. Qual é o seu momento hoje?

Evolução, transformação pela consciência e com consciência, integração….Sejam as ciências humanas, seja a sociedade, a religião e a política, o importante aqui é trazer consciência para esse processo de transformação, olhar de forma sistêmica para o Ser Humano e a Sociedade, permitir que as novas informações sejam trazidas, percebidas, analisadas, sentidas e escolhas conscientes sejam feitas.

Fica meu convite: Intenção, Vontade e Ação, e, que cada movimento de transformação e evolução possa ser sempre integrativo, pois não existe nenhuma verdade absoluta!

IMG_3413

 

Sabrina Green é Consultora de Desenvolvimento Humano e Organizacional, Psicóloga e Coach pela ICC.
http://www.greendh.com.br
Contato: sabrina.green@greendh.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s